Hábitos e preferências de leitura de estudantes de engenharia: uma pesquisa exploratória

Autores

  • Ruth Margareth Hofmann Universidade Federal do Paraná

Resumo

O trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa exploratória realizada via questionário online para identificar hábitos e preferências de leitura de 44 estudantes de Engenharia de Produção de uma universidade pública brasileira. Dentre os resultados encontrados pode-se mencionar que o estereótipo segundo o qual os estudantes de Engenharia não gostam de ler não se confirmou. Quanto à autopercepção dos estudantes em relação aos seus hábitos de leitura, constatou-se que a maioria (68%) da amostra se vê como alguém que "lê pouco". Mais de metade dos estudantes (55%) leu quatro ou mais livros ao longo do ano anterior à pesquisa, quantidade superior à identificada em outras pesquisas. A falta de tempo é o principal motivo pelo qual os estudantes alegam não ler mais. Palavras-chave: Educação em engenharia. Ensino superior. Analfabetismo funcional.

Biografia do Autor

Ruth Margareth Hofmann, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Ciências Econômicas, mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é professora do curso de graduação em Engenharia de Produção da UFPR.

Downloads

Publicado

09-04-2021

Como Citar

Hofmann, R. M. (2021). Hábitos e preferências de leitura de estudantes de engenharia: uma pesquisa exploratória. Revista Educação E Cultura Contemporânea, 19(57), 25–44. Recuperado de https://mestradoedoutoradoestacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/reeduc/article/view/6890

Edição

Seção

Artigos