Micropolí­tica do fracasso

Autores

  • Bibiana Munhoz Roos Universidade do Vale do Taquari
  • Angelica Vier Munhoz Universidade do Vale do Taquari

Resumo

Esta escrita tem como ponto de partida encontros biografemáticos com as obras e as vidas dos literários Samuel Beckett, Manoel de Barros, Roland Barthes, Antonin Artaud e Charles Bukowski. A partir de tais encontros foram criados personagens ficcionais que têm em comum condições que os condenam ao fracasso perante o grande tribunal da razão. O que se busca, é olhar para aquilo que passa nos interstí­cios das existências despossuí­das de seu direito de existir, produzindo assim micropolí­ticas, adentrando pelas entranhas e fazendo rasgar a carne dos grandes discursos que prescrevem manuais de vida. Trata-se de compreender o caráter caleidoscópico das existências e lutar por elas e com elas, ver por onde elas veem, compartilhar com elas, a mesma causa. Trata-se de tomar partido. Palavras-chave: Psicologia. Existências. Biografema. Micropolí­tica.

Biografia do Autor

Bibiana Munhoz Roos, Universidade do Vale do Taquari

Graduada em Psicologia pela Universidade do Vale do Taquari- Univates

Angelica Vier Munhoz, Universidade do Vale do Taquari

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, professora titular na Universidade do Vale do Taquari.

Downloads

Publicado

16-10-2020

Como Citar

Roos, B. M., & Vier Munhoz, A. (2020). Micropolí­tica do fracasso. Revista Educação E Cultura Contemporânea, 18(53), 276–296. Recuperado de https://mestradoedoutoradoestacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/reeduc/article/view/6362

Edição

Seção

Artigos