Educação Quilombola: notas sobre as contribuições das produções acadêmicas à compreensão das articulações com a legislação vigente.

Autores

  • Laércio Farias Costa UFPA
  • Wilma de Nazaré Baía Coelho UFPA

Resumo

Este artigo objetiva discutir as contribuições das produções acadêmicas sobre a Educação Quilombola com vista à articulação com a legislação vigente, e, especificamente, identificar os temas recorrentes e emergentes da empiria. Os dados foram estruturados metodologicamente considerando as formulações de Morosini e Fernandes (2014), com o suporte de análise de conteúdo, em Bardin (2016) e interpretados por meio das noções conceituais de habitus e campo em Bourdieu (2003). Os resultados advindos da empiria examinada revelam que as articulações que balizam a temática compreendem dimensões sociais; culturais; econômicas e jurí­dicas e, que, a despeito dos avanços legais, ainda predomina no espaço escolar uma visão folclorizada e genérica da cultura quilombola, reiterando estereótipos ao desconsiderar suas narrativas fundantes para a construção identitária do paí­s. Palavras-chave: Educação Quilombola. Estado do Conhecimento. Produções acadêmicas.

Biografia do Autor

Laércio Farias Costa, UFPA

Graduado do curso de Licenciatura em Educação do Campo, com ênfase em Ciências Naturais (UFPA/Abaetetuba; especialista em Tecnologia da Informação e Comunicação Aplicada a Educação (IFPA); Mestre em Educação e Cultura (PPGEDUC/UFPA) e doutorando em Educação na Amazônia (PGEDA/UFPA). Atuou no Programa Institucional com Bolsa de Iniciação a Docência (PIBID UFPA).Exerceu a função de coordenador do Projeto Universidade Aberta de Abaetetuba (Cursinho Popular) enquanto presidente do Diretório Acadêmico da UFPA Abaetetuba (2013/2014). É componente do Grupo de Estudos e Pesquisa: Memória, Formação Docente e Tecnologia (GEPEMe), fez parte da comissão que promove o debate acerca da revisão do projeto Polí­tico Pedagógico das escolas do Campo (Abaetetuba/Pa). Já atuou como professor colaborador do curso de Educação do Campo pela UFPA Campus de Abaetetuba e atua como professor colaborador no curso de Pedagogia pela Faculdade da Amazônia (FAM) e nos cursos de graduação em Pedagogia e pós graduação em gestão Escolar Integrada e Práticas Pedagógicas pela Faculdade de Educação e Tecnologia do Pará (FAETE). Tem ampla experiência na área educacional e administrativa, pelo acúmulo de três anos de atuação em setores desta natureza no Instituto Federal do Pará e Universidade Federal do Pará através do Plano Nacional de Formação Docente (PARFOR), ambos na cidade de Abaetetuba.

Wilma de Nazaré Baía Coelho, UFPA

Doutora em Educação/UFRN. Professora da UFPA, desde 1994. Professora da Faculdade de História/IFCH, desde 2009. Doutora em Educação/UFRN. Integra o corpo docente da Pós-Graduação em Currí­culo e Gestão da Escola Básica, do Programa em Educação em Ciências e Matemáticas e do Doutorado em Rede Educanorte. Lí­der do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Formação de Professores e Relações Étnico-raciais (NEAB/GERA/UFPA). Participa ativamente de diversas entidades acadêmico-cientí­ficas, como a ANPEd, sendo atualmente (2021-2023) sua segunda secretaria. Integrou a rede de pesquisa internacional com a UFES; com a UFMA (coordenação da UFMA), e integra pesquisa em rede com a UFPR (coordenação da UFPR). Atua como supervisora de projeto de pesquisa do CEERT/2020. Integra a Comissão de Diversidade, Acessibilidade e Ações Afirmativas/ANPEd, como Presidenta (2021 a 2023). Integra a Equipe Editorial/Cientí­fico de diversos periódicos nacionais. É membro da ANPEd; da ABPN, ANPUH e ABEH. Entre 2015 a FEV/2022, publicou 37 artigos em revistas qualificadas; 15 Livros Organizados, 4 Livros autorais; 48 Capí­tulos de livros. Consultora ad hoc do CNPq e CAPES e Parecerista Ad Hoc de diversas Revistas Cientí­ficas. Vice-Coordenadora da Linha de Currí­culo do PPEB-NEB-UFPA. Atuou como Vice (maio/2020 a novembro/2020) e depois como Coordenadora do Doutorado em Educação/Rede Educanorte/PGEDA (novembro/2020 a maio de 2021), por essa última atuação, recebeu Menção elogiosa por meio da Portaria N 11, de 28/05 de 2021. Atuou como Membro do Comitê Julgador da chamada CNPq N02/2021- Apoio í  Pesquisa Cientí­fica, Tecnológica e de Inovação: Bolsas de Mestrado e Doutorado. Atuou como Membro do Comitê de Julgador do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientí­fica nas Ações Afirmativas-AF CNPQ/2020. Integrou a Comissão da Oficina Colaborativa para Concepção do Edital Equidade Racial na Educação Básica/ CEERT/2019. Integrou a Equipe de Avaliação de projeto CEERT/2020. Atuou na Diretoria de Apoio ao Docente e Discente da Administração Superior PROEG/UFPA (2016 a 2018). Coordenou 2 Cursos de Especialização em ERER para o Ensino Fundamental (2010 a 2011 e 2015 a 2016/MEC/UNIAFRO) e o Curso de Aperfeiçoamento Relações Étnico-Raciais na Educação Básica (2017 a 2018/MEC/UNIAFRO). Foi Pró-reitora de Ensino e Graduação Pró-Tempore da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira- UNILAB (2013 a 2014). Atuou como Vice Coordenadora Nacional do Consórcio Nacional dos Núcleos de Estudos Afro-brasileiros (CONNEABS-Gestão 2012 a 2014). Participou da Diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN-Gestão 2014 a 2016). Condecorada com o Diploma de Mérito ZUMBI DOS PALMARES, conferido pela Câmara de Vereadores de Belém (2016). Atuou em pesquisa em âmbito nacional (2009 a 2012), com coordenação nacional da UFMG; em outra pesquisa em rede, ocorrida entre 2015 a 2016, com coordenação nacional pela UFPR. Foi coordenadora do GT21/ANPEd (2015 a 2017). Integrou a Diretoria Regional Norte Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN-Gestão 2010 a 2012). Coordenou a Linha Currí­culo e Formação de Professores, do PPGED/UFPA (2007 a 2009). Atuou na Diretoria Regional Norte/Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN/Gestão (2004 a 2006). Orientou 18 Dissertações de Mestrado e 6 Teses de Doutorado, até o presente momento. Desenvolve e orienta pesquisas nas temáticas: Formação de Professores; Educação das Relações Étnico-Raciais; Educação Básica; Ensino de História, Sociabilidades adolescentes e Legislação educacional, todas relacionadas í  Formação inicial e continuada de Professores/as. Bolsista de Produtividade 1 D do CNPq.

Downloads

Publicado

02-11-2022

Como Citar

Costa, L. F., & Coelho, W. de N. B. (2022). Educação Quilombola: notas sobre as contribuições das produções acadêmicas à compreensão das articulações com a legislação vigente. Revista Educação E Cultura Contemporânea, 19(60), 91–111. Recuperado de https://mestradoedoutoradoestacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/reeduc/article/view/10553

Edição

Seção

Artigos