A conjuntura da escola na formação da identidade de gênero na primeira infância

Autores

  • Marcel Pereira Pordeus Universidade Estadual do Ceará
  • Antônio Germano Magalhães Júnior Universidade Estadual do Ceará

Resumo

A partir da metodologia da revisão sistemática, o presente estudo tem por objetivo discorrer a conjuntura da construção da identidade de gênero na primeira infância e as influências da escola e seus dispositivos, além de perceber o papel do educador nesse cenário atual. Como resultado da análise temática feita com os artigos encontrados nas bases de dados SciELO e PePSIC, criamos quatro categorias de análise, com temas que se destacaram nos artigos. Dentre eles, a formação de professores nas questões de gênero, construção das identidades de gênero na primeira infância, preconceito, estigmas e representações sociais. Refletindo a partir das categorias mencionadas, constatamos a importância de uma mudança de paradigmas no que tange às questões de gênero dentro do contexto escolar, bem como o papel da escola e docentes como agentes da formação e aprendizagem da criança, que fomentam a inclusão e disseminação da igualdade e afetividade. Palavras-chave: Identidade de Gênero. Primeira Infância. Papel da Escola.

Biografia do Autor

Marcel Pereira Pordeus, Universidade Estadual do Ceará

Mestre em Planejamento e Polí­ticas Públicas pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) - Conceito 4 CAPES. Graduado em Letras: Português / Literaturas pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Graduando em Comunicação Social - Relações Públicas pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - (RS). Graduando em Gestão Pública pela Pontifí­cia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Foi bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientí­fico e Tecnológico (CNPq), com projetos voltados para a Linguí­stica de texto e Análise do Discurso Crí­tico (ADC). Membro do GETEME/PPGL (Gêneros Textuais: Perspectivas Teóricas e Metodológicas) da Universidade Federal do Ceará. Pesquisador Associado do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura - CLAEC, com o estudo das Teorias e Métodos das Ciências Humanas e Sociais. Bolsista de Iniciação Cientí­fica do CLAEC/Fundação Araucária, com desenvolvimento do estudo: (Re)Configurações socioculturais em tempos de pandemia: práxis reflexiva sobre o Estado do Paraná/PR. Atualmente trabalha como Revisor de Textos e Assessoria em reconhecimento de tí­tulos de pós-graduação obtidos no estrangeiro.

Antônio Germano Magalhães Júnior, Universidade Estadual do Ceará

Graduando em Psicologia pela Universidade Estadual do Ceará, Graduado em Pedagogia pela Universidade Federal do Ceará (1991), graduação em História pela Universidade Estadual do Ceará (1994), especialização em pesquisa educacional pela Universidade Federal do Ceará (1992) e educação a distância pela Universidade de Brasí­lia (2001), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (1998), doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (2003) e pós-doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2009). Atualmente é professor da Universidade Estadual do Ceará. Ministra aulas na graduação, especialização, Mestrado e Doutorado Acadêmico em Educação, Mestrado Profissional em Ensino de Saúde, Mestrado Profissional em Polí­ticas Públicas e Doutorado Acadêmico em Polí­ticas Públicas, pesquisando na área de história da cultura e educação brasileira, avaliação e tecnologias na educação. Exerce a função de avaliador ad hoc do MEC/INEP e Conselho de Educação do Estado do Ceará. Participa de grupos de pesquisa sobre a temática história da educação brasileira, avaliação e educação a distância.

Downloads

Publicado

18-11-2022

Como Citar

Pordeus, M. P., & Júnior, A. G. M. (2022). A conjuntura da escola na formação da identidade de gênero na primeira infância. Revista Educação E Cultura Contemporânea, 19(60), 179–199. Recuperado de https://mestradoedoutoradoestacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/reeduc/article/view/10478

Edição

Seção

Artigos