Arte e produção de subjetividades: a experimentação como signo para a Educação Contemporânea

Autores

  • Marcio Jesus Vieira Bernardo Universidade Federal do Amazonas
  • Clotilde Tinoco Sales Universidade Federal do Amazonas
  • Zeina Rebouças Corrêa Thomé Universidade Federal do Amazonas

Resumo

Este texto é uma reflexão sobre a arte e o pensamento de Deleuze/Guattari e as implicações desse encontro para a Educação. Essa aproximação se efetua na rejeição as referências, aos modelos, as imagens consideradas verdadeiras e por um longo perí­odo ditaram os objetivos da Arte e da Filosofia. Discutimos essas questões por meio da noção de arte como experimentação do pensamento em consonância com a noção de signo. O efeito da experimentação é a produção da subjetividade como composição baseada nas intensidades indicadas pelos signos no tempo-devir. Nessa direção, colocamos em questão a representação da subjetividade como substância, como plataforma fixa para a formação humana. Finalizamos com a noção de Corpo sem Órgãos (CsO) como uma provocação a noção de sujeito moderno. Palavras-chave: Arte. Educação. Experimentação. Subjetividade. Corpo sem Órgãos.

Biografia do Autor

Marcio Jesus Vieira Bernardo, Universidade Federal do Amazonas

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação/Faced/Universidade Federal do Amazonas (Ufam) Professor do Departamento de Métodos e Técnicas/Faced/Ufam

Clotilde Tinoco Sales, Universidade Federal do Amazonas

Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas

Zeina Rebouças Corrêa Thomé, Universidade Federal do Amazonas

Professora Doutora do Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas

Downloads

Publicado

05-05-2021

Como Citar

Bernardo, M. J. V., Sales, C. T., & Thomé, Z. R. C. (2021). Arte e produção de subjetividades: a experimentação como signo para a Educação Contemporânea. Revista Educação E Cultura Contemporânea, 18(54), 494–510. Recuperado de https://mestradoedoutoradoestacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/reeduc/article/view/9265

Edição

Seção

Estética e educação contemporânea