Estética, Sociabilidade e Identidade Negra: olhares para experiências juvenis nas barbearias das favelas cariocas a partir do filme "Deixa na Régua"

Autores

  • Renan Saldanha Godoi Universidade Federal Fluminense (UFF)
  • Juliana Souza Barbosa Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)
  • Moacyr Salles Ramos Universidade Federal Fluminense (UFF)

Resumo

Este artigo lança olhares para as experiências de jovens negros e periféricos nas barbearias das favelas cariocas. Interessa-nos analisar os sentidos atribuí­dos pelos jovens ao corte, expresso na dimensão estética enquanto experiência do sensí­vel, bem como os desdobramentos nos processos identitários desses jovens negros na afirmação e apropriação étnico-racial. Para tanto, adotamos a análise fí­lmica como recurso metodológico, a fim de tecer um diálogo entre o documentário "Deixa na Régua" (2016) e a produção acadêmica nos campos da educação, sociologia da juventude e filosofia. Através desta análise, foi possí­vel identificar que as barbearias, lugares socialmente desvalorizados e invisibilizados, tornam-se espaços de sociabilidade e ambientes educativos informais para esses jovens, onde ocorrem trocas simbólicas e afetivas mediadas pela dimensão estética. Tal dimensão subverte a lógica racista que incide no cabelo crespo, suscitando a construção de um outro olhar destes sujeitos sobre si. Palavras-chave: Estética. Sociabilidade. Identidade negra. Juventudes. Educação informal.

Biografia do Autor

Renan Saldanha Godoi, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Doutorando e Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Bacharel e Licenciado em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Pesquisador associado do Núcleo de Estudos e Documentação em Educação de Jovens e Adultos (NEDEJA / UFF) e do Grupo de Trabalho e Estudos sobre Educação para Jovens e Adultos em Situação de Restrição e Privação de Liberdade (UFF). Atua profissionalmente no Colégio Pedro II e na Rede Municipal de Educação de Duque de Caxias/RJ.

Juliana Souza Barbosa, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Doutoranda e Mestra em Educação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Especializada em Educação Básica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Graduada em Letras/Literatura pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Graduanda em Música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atua como Coordenadora Pedagógica no EDUCAFRO e como professora da educação básica.

Moacyr Salles Ramos, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Possui doutorado em Serviço Social pela Pontifí­cia Universidade Católica do Rio de Janeiro (Puc-Rio); mestrado em Educação pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atualmente trabalha como pedagogo na Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (FEUFF) e como Professor Orientador Educacional na prefeitura de Duque de Caxias/RJ. Tem interesse de pesquisa na área de educação, trabalho e juventude. Integra do grupo de pesquisa Trabalho, Polí­ticas Públicas e Serviço Social (TRAPPUS) da PUC- Rio e o Grupo de Estudos e Pesquisa em Economia Polí­tica e Trabalho (GEPET) da Universidade Federal da Paraí­ba (UFPB).

Downloads

Publicado

26-01-2022

Como Citar

Godoi, R. S., Barbosa, J. S., & Ramos, M. S. (2022). Estética, Sociabilidade e Identidade Negra: olhares para experiências juvenis nas barbearias das favelas cariocas a partir do filme "Deixa na Régua". Revista Educação E Cultura Contemporânea, 19(57), 344–362. Recuperado de https://mestradoedoutoradoestacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/reeduc/article/view/8961

Edição

Seção

Artigos