Os processos de transmissão do saber entre o consumido e o consumado: a formação do sujeito no campo da ciência e tecnologia

Autores

  • Rogério Rodrigues Universidade Federal de Itajubá

Resumo

Este estudo se concentrará no objetivo de analisar os processos educativos institucionais que ocorrem nas contradições que mantêm o sujeito no senso comum cientí­fico ou no campo da ciência neutra, limitando os sujeitos a instrumentos na competência técnica. A pergunta central desta pesquisa é se terí­amos a possibilidade de outras formas de relações na transmissão do saber cientí­fico que pudessem resultar na ruptura do senso comum cientí­fico para o estado de crí­tica no saber fazer no campo da ciência. O método utilizado para a construção deste estudo tem como proposição investigativa a teoria crí­tica, sendo esta o suporte para a análise do questionário aplicado aos alunos do curso de engenharia. Conclui-se que, ao se pensar o processo de de/formação profissional do engenheiro, dever-se-ia encontrar elementos que pudessem romper com a concepção da competência técnica e neutra, para constituir o sujeito reflexivo no saber fazer cientí­fico, principalmente, no trabalho do pensamento. Palavras-chaves: Educação. Formação Escolar. Ensino de Engenharia. Competência Técnica.

Biografia do Autor

Rogério Rodrigues, Universidade Federal de Itajubá

Graduação em Educação Fí­sica (Unesp/1987) Mestre em Educação (Unicamp/1997) Doutor em Educação (Unicamp/2004). Pós Doutor em Filosofia da Educação (USP/2017).

Downloads

Publicado

09-04-2021

Como Citar

Rodrigues, R. (2021). Os processos de transmissão do saber entre o consumido e o consumado: a formação do sujeito no campo da ciência e tecnologia. Revista Educação E Cultura Contemporânea, 18(56), 250–266. Recuperado de https://mestradoedoutoradoestacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/reeduc/article/view/7057

Edição

Seção

Artigos