Reflexões sobre a infância, os jogos e as brincadeiras na História

Autores

  • Sirlândia Reis de Oliveira Teixeira Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Resumo

A presente reflexão tem o objetivo de problematizar criticamente, por meio do levantamento bibliográfico realizado, os conceitos de infância, jogos, brincadeiras e brincar a partir de uma breve construção histórica e do reconhecimento de seu entrelaçamento com as tramas discursivas que envolvem esses conceitos. Apresentam-se alguns discursos que, ao longo da história, foram construindo e justificando uma nova ideia de infância, consolidada na modernidade e desencadeadora de uma série de dispositivos educativos, terapêuticos e de controle os quais orientam as práticas com/das crianças (ARIíˆS, 2011; BENJAMIN, 2004; VYGOTSKY, 2007). As análises mostram que esses conceitos são associados aos discursos sociais e, principalmente, aos do campo da educação e da saúde, deixando de lado problematizações que precisam ser levantadas no processo histórico de constituição das crianças via instituições educativas. Palavras-chave: Infância. Jogos. Brinquedos. Brincadeiras. História.

Biografia do Autor

Sirlândia Reis de Oliveira Teixeira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Profa Adjunta da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Investiga o brincar nos contextos de formação. Membro da Internacional Toy Library Association (ITLA), Membro do Grupo de Pesquisa Infâncias Formação de Professores e Polí­ticas Públicas (UFRB) e Membro do Grupo de Pesquisa Contextos Integrados em Educação Infantil da Faculdade de Educação da USP. Vice-Presidente da ABBri.

Downloads

Publicado

23-04-2021

Como Citar

Teixeira, S. R. de O. (2021). Reflexões sobre a infância, os jogos e as brincadeiras na História. Revista Educação E Cultura Contemporânea, 18(54), 244–263. Recuperado de https://mestradoedoutoradoestacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/reeduc/article/view/9262

Edição

Seção

Criatividade, lúdico e interculturalidade